• É conosco

ÁGUA NA JARRA


Fonte: https://gfycat.com


Valorizar e incentivar o consumo da água tratada que sai da torneira deveria ser uma coisa simples como apagar a luz quando saímos de um quarto ou fechar a torneira quando escovamos os dentes.


A água engarrafada, seja vidro ou plástico tem enormes impactos ambientais. Se forem descartadas de forma incorreta, as garrafas poluem os rios e oceanos e contribuem para inundações nas cidades. O plástico em lixões ou aterros demora centenas de anos para se decompor. Mesmo quando reciclado, o material causa impactos ambientais, pois demanda transporte e processamento industrial.


DAR PREFERÊNCIA AO CONSUMO DE ÁGUA DA TORNEIRA É SIMPLES,

SEGURO, MAIS BARATO E MUITO MAIS SUSTENTÁVEL


Quem nos trouxe estas questões foi a Letycia Janot, fundadora e diretora da Iter Consultoria, membro do Climate Reality Leadership Project e criadora do portal Água na Jarra, que trata da importância do consumo responsável da água.


Em novembro de 2012 ela falou deste assunto no TEDX VilaMada, no espírito de "ideias que merecem ser espalhadas”, e de lá para cá o assunto evoluiu tanto que o prefeito Bruno Covas sancionou na última quinta-feira (10) o projeto de lei que obriga bares e restaurantes da cidade de São Paulo a oferecer água filtrada gratuitamente. A lei já foi publicada no Diário Oficial e entrará em vigor em setembro de 2021.


Water in the jar: Letycia Janot at TEDxVilaMada


Segundo Letycia, beber a água de garrafa não significa ingerir água de melhor qualidade, uma vez que podem ocorrer problemas de contaminação relacionados à limpeza ou armazenagem incorreta das embalagens.


Além disso, a legislação brasileira garante que a água tratada deve ser potável e própria para o consumo humano. Como ela fica armazenada em caixas d'água, pode ser filtrada antes do consumo.


Quem visita diversos países da Europa não fica surpreso quando o garçom de um café ou restaurante coloca uma jarra de água sobre a mesa. E no Brasil?


“Dá para beber isso?”


Sobre este ponto, Sérgio Valentim, diretor de Meio Ambiente do Centro de Vigilância Sanitária, comenta:


"A água que chega às nossas casas é um patrimônio social que merece ser valorizado por todos”.

Sérgio nos explica que as companhias que produzem água para consumo humano devem garantir sua potabilidade nos termos da legislação vigente e complementa: “Água potável é sinônimo de saúde e direito humano fundamental para uma vida com qualidade. Assegurar isto num mundo de feições essencialmente urbanas implica muito investimento e esforços contínuos. O único meio de preservar esta conquista da sociedade é fazer uso cotidiano da água da torneira, exigindo que ela seja de fato potável e acessível a todos os estratos da população”.


Em seu Manifesto, Letycia diz:


“Consumir a água de torneira é um ato de cidadania”.

A empreendedora e ativista vai além: “Se todos praticarem esse hábito simples e seguro podemos mudar a cultura atual de desperdício e uso excessivo de descartáveis. Todos nós somos agentes de mudança e podemos nos mobilizar pelas causas importantes. A água tratada que chega em nossas casas, vinda dos mananciais de água que abastecem nossas cidades, é essencial para nossa qualidade de vida. É tão importante que o acesso a água potável e ao saneamento foram reconhecidos pela ONU como um direito fundamental de todo ser humano."


Francisco Alves, jornalista diretor da Revista Saneamento Ambiental nos conta que o acesso à água potável não ocorre de forma homogênea no Brasil: “ Para atender a demanda por água potável em 2040, as cidades brasileiras precisariam receber 4,337 bilhões de metros cúbicos a mais do que foi entregue em 2017, 43,5% a mais do que hoje. Isto equivale mais ou menos a 4,4 Sistemas Cantareira cheios.


O Instituto Trata Brasil divulgou estudo intitulado “Demanda Futura por Água Tratada nas Cidades Brasileiras – 2019 a 2040”



Veja matéria sobre o tema aqui:

https://www.sambiental.com.br/not%c3%adcias/estudo-mostra-impacto-por-demanda?fbclid=IwAR1UfirkS9ST3_I5G19wAa3afnBRsYWsyC8PsyBBy3RnVJXOMwfZ9qmWXFc



ÁGUA DE BEBER


A Galeria Gentil Carioca no Rio de Janeiro convida artistas a fazerem algo especial em sua parede externa com o objetivo de transformar uma coleção de obras de arte em algo público, como uma chance de educar.


No dia 15 de agosto, A Gentil Carioca inaugurou a 36ª PAREDE GENTIL onde o Coletivo Água de Beber idealizou uma ação pública para o fornecimento água potável, tendo como objetivo facilitar seu acesso, em especial às pessoas em situação de rua para consumir ou lavar as mãos, precaução básica para a não contaminação com o novo coronavírus.


Informações no site da galeria: https://www.agentilcarioca.com.br/parede-gentil


Esta iniciativa vai de encontro ao esforço que já acontece em alguns países e que busca valorizar a água tratada deixando disponível para consumo da população em seus deslocamentos pela cidade como mostra o site da empresa pública L’eau de Paris com o mapa dos locais de fontes na cidade,



Acesse o site aqui:http://www.eaudeparis.fr/nc/carte-des-fontaines/



CONSUMA ÁGUA DE FORMA RESPONSÁVEL


Letycia conta que entendeu há bastante tempo que nosso estilo de vida atual não é sustentável no longo prazo. Por isso, quis fazer algo a esse respeito e criou uma Iniciativa que pode ser praticada por todos com simplicidade e que gera enormes benefícios ao meio ambiente e ao bolso também.


A Iniciativa Água na Jarra busca desenvolver ações educativas para o consumo responsável e a criação de nova consciência ambiental realizando palestras, fazendo os cálculos da economia financeira e ajudando na implantação do consumo de água filtrada em restaurantes, empresas, hotéis e eventos através de consultoria.


Informações do ÁGUA NA JARRA aqui: http://www.aguanajarra.com.br/

Letycia Janot no TEDxVilaMada aqui: https://youtu.be/lFIoroBzob8

Revista Saneamento Ambiental aqui: https://www.sambiental.com.br/

Centro de Vigilância Sanitária aqui: http://www.cvs.saude.sp.gov.br/cvs.asp

Galeria A Gentil Carioca aqui: https://www.agentilcarioca.com.br/en/

L’eau de Paris aqui: http://www.eaudeparis.fr/nc/carte-des-fontaines/






Saiba mais sobre o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 6 – ODS 6 – Água potável e Saneamento





@2020  É CONOSCO.ECO.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

ENGAJE NESTA CAUSA

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
ASSINE NOSSA NEWSLETTER