top of page
Âncora 2
Âncora 1

Conteúdo infanto-juvenil ajuda a despertar a consciência ambiental

É conosco conversou com o cineasta Paulo Munhoz - criador, roteirista e produtor do projeto “Brichos”, uma trilogia brasileira composta de 3 longas-metragens em animação 2d, dirigida ao público infanto-juvenil que, de forma sutil, revela a importância da produção cinematográfica na formação e transformação da sociedade.


Brichos

Paulo tem especialização em Computação Gráfica, é mestre em Tecnologia, e doutor em Comunicação e Linguagens. Não é pouca coisa! Ele foi puxado para a produção de filmes pela arte da Animação e sua vontade de contribuir para um mundo melhor, através da força do audiovisual.


Paulo Munhoz - criador, roteirista e produtor do projeto “Brichos”


Paulo Munhoz
Paulo em seu primeiro filme

Ainda jovem, em suas buscas por conhecimento no tema da Sustentabilidade, em um evento no Rio de Janeiro, conheceu o ativista Chico Mendes que lhe indicou o IEA (Instituto de Estudos Amazônicos), que coincidentemente ficava em sua cidade, Curitiba, e o contato abriu as portas para a produção de um documentário na Amazônia.


A inspiração para a criação do “Brichos” veio quando na busca por um conteúdo original, lembrou-se da frase “complexo de vira-lata do brasileiro” ao refletir sobre o fato do Brasil ser a maior reserva biológica do planeta e isso não estar no nosso imaginário como um valor positivo.


Reflexão sobre o mundo em que vivemos


Brichos foi criado com o intuito de apresentar uma turma de animais que pertencesse à nossa fauna e refletisse qualidades brasileiras, prestigiando nossos animais locais e fazendo o contraponto a alguns termos muito usados e pouco “elogiosos” como “anta gorda”, “fede como um quati” “bêbado como um gambá”, “aquela pessoa é uma cobra”.


Daí, o nome “Brichos” onde o “Br” dá peso e origem aos bichos.


O primeiro filme da trilogia Brichos é um filme divertido e profundo, que acompanha as aventuras, desventuras e o cotidiano dos amigos jaguar Tales, quati Jairzinho, tamanduá Bandeira e o joão de barro Dumontzinho, endereçando a pergunta: QUEM SOMOS NÓS?


Quem somos, de onde viemos e para onde vamos?


Os filmes buscam respostas para essas perguntas fundamentais, sendo que o primeiro conceitua a série. A trama se passa na “Vila dos Brichos”, cujos moradores se relacionam no âmbito social, educacional e musical.


O conteúdo é explorado diversas plataformas como cinema, TV, games e livros e, além das questões existenciais, foca a fauna e cultura brasileiras.


A floresta é nossa, uma metáfora dos nossos tempos


O segundo filme foi o que mais nos chamou a atenção ao mostrar a “Vila dos Brichos” como um lugar muito à frente de seu tempo: harmônica, equilibrada e vinculada a ideias como eco-design, reciclagem, alta tecnologia e ecologia profunda. Ou seja, lá já existe um progresso sustentável!

Brichos 2 a floresta é nossa - mostra vilões que, com mentiras, máquinas destruidoras, conexões internacionais, muito dinheiro e nenhum caráter, buscam explorar as inacreditáveis riquezas naturais da Floresta. É um libelo pelo desenvolvimento sustentável.


Assista Brichos 2 – A floresta é nossa, clicando aqui:


O filme abre as portas de nossa imaginação para um futuro globalizado, sem que para isso precisemos renunciar ao que nos é mais importante… nossa identidade.


A arte imita a vida ou a vida imita a arte?


O terceiro filme, cujo roteiro foi desenvolvido em 2015, fala de uma invasão virótica na “Vila dos Brichos”. Quando estavam prestes a iniciar a produção do filme, toda a equipe foi surpreendida pelo COVID-19 e o projeto teve que ser completamente adaptado para a nova situação, postergando sua estreia para 2023.


Para Paulo, só existem 3 tipos de filme: o ruim, que faz você se arrepender de ter perdido tempo; o bom, que é aquele que vale o ingresso, e o excelente que tem a capacidade de transformar o expectador para melhor.


Filme Brichos

CURIOSIDADE: Os filmes já foram exibidos pelo canal TV Brasil, canal RÁ TIM BUM, canal Futura, TV Aparecida, GLOOG, FOX Kids e Nickelodeon no Brasil e América Latina, e, em Portugal, no Canal Panda, RTP 2 e Cartoon Network. Hoje, os conteúdos estão todos na Amazon Prime e CinebrasilTV.


RECONHECIMENTO: Os filmes O filme BRICHOS 1 e 2 entre outros prêmios conquistaram: Prêmio Amigo do Cinema Infantil (2007); Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (2013) categoria animação; Contou com Pré-estreias no FESTIVAL INTERNACIONAL DE ANIMAÇÃO ANIMA MUNDI e nas salas de cinema chegou a 180.000 espectadores entre exibições comerciais e exibições em mais 30 Mostras e Festivais Nacionais e Internacionais.


QUEM FAZ: Conheça a produtora de Brichos: https://tecnokena.com.br/brichos/


Tales Michelena Munhoz, Paulo Munhoz e Daniella Michelena, da Produtora Tecnokena
Tales Michelena Munhoz, Paulo Munhoz e Daniella Michelena, da Produtora Tecnokena
 




Komentarai


bottom of page