• É conosco

O BRASIL QUE DESPERDIÇA E O BRASIL QUE PASSA FOME


FOME e consciência - Portal É conosco


Para celebrar 23 anos de existência, a ONG Banco de Alimentos produziu um filme que chama a atenção da sociedade brasileira para uma estarrecedora realidade: existe um Brasil que desperdiça 27 milhões de toneladas de comida por ano enquanto em outro Brasil, 117 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar.


Fundada pela economista Luciana Chinaglia Quintão, em 1998, a ONG Banco de Alimentos é uma associação civil que recolhe alimentos que já perderam valor de prateleira no comércio e indústria, mas ainda estão perfeitos para consumo, e os distribui onde são mais necessários.


Assista ao filme “DOIS Países” - 30 segundos.


Durante a pandemia a ONG Banco de Alimentos arrecadou mais de cinco toneladas de alimentos impactando 1.375.000 pessoas!


Luciana Quintão se considera uma desobediente civil por ter iniciado seu ativismo quebrando paradigmas para resgatar e entregar alimentos que seriam jogados no lixo, às entidades carentes que cuidavam de pessoas não economicamente ativas e em vulnerabilidade social.


Costuma refletir sobre o desperdício, dando-se conta, que este pode ser considerado uma desordem social, uma grande negligencia, onde pessoas empresas e governos consomem e produzem de forma a desperdiçar recursos que aniquilam pessoas e destroem o meio ambiente.


Os números e consequências do desperdício global, em diversos segmentos, é de tirar o folego e representa uma grande insanidade pública.


Acredita que seja necessário conhecermos, de fato, a realidade para mudarmos nosso estar e agir no mundo, para entendermos que ser responsável é uma atitude diária a ser abraçada por todos nós.