top of page
Âncora 2
Âncora 1

Precisamos falar sobre plástico




Muito tem se falado da necessidade de todos se unirem para combater a poluição que o consumo desmedido de plástico impõe ao planeta.


Em 2018, o Secretário Geral da ONU, António Guterres disse em sua mensagem para o Dia Mundial d Meio Ambiente: ““Nosso mundo está sendo inundado por resíduos plásticos prejudiciais. Todos os anos, mais de 8 milhões de toneladas acabam nos oceanos”. Disse ainda que se as tendências atuais continuarem, em 2050 nossos oceanos terão mais plástico do que peixes.




O Estudo "Infância plastificada - O impacto da publicidade infantil de brinquedos plásticos na saúde de crianças e no ambiente" (2020) revela que hoje (na média) engolimos o equivalente a um cartão de crédito por semana em microplásticos presentes na comida e água que consumimos.


A pesquisa foi conduzida pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Química Verde, Sustentabilidade e Educação (GPQV), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), a pedido do Programa Criança e Consumo, do Instituto Alana.




MAIS PESQUISA, MESMO PROBLEMA


Pesquisa publicada na revista científica Nature Communications aponta que nos 200 metros superficiais do oceano se encontram volumes de microplástico (partículas que medem entre 10 e 100 micrômetros) que podem chegar a 21 milhões de toneladas.


A pesquisa focou os resíduos dos plásticos mais comuns, que são normalmente usados em embalagens e tem um ciclo de vida curto (do consumo ao descate).


Os pesquisadores avaliam que os caminhos que o plástico percorre até o mar são diversos e incluem o descarte nos rios nas áreas costeiras e interiores, atividades ilegais de despejo, erosão de lixões e lixo jogado diretamente no mar proveniente de atividades de navegação, pesca e aquicultura.


O artigo original está aqui (em inglês): “High concentrations of plastic hidden beneath the surface of the Atlantic Ocean”: https://rdcu.be/b6qm1



TRISTE OCEANO


A 9ª edição da Mostra ECOFALANTE, festival audiovisual dedicado à discussão de temas socioambientais que acontece até 20 de setembro de 2020 conta com produções de 24 países e na temática “plástico e oceano” apresenta o documentário “BLUE” (Triste Oceano) que entrevista apaixonados ativistas e a constatação de que em 2050, haverá mais plástico do que peixes nos mares e o oceano não é um lugar de recursos ilimitados, imune à mudança e ao declínio.


DIREÇÃO: Karina Holden


Assista o Trailer:

Você pode assistir gratuitamente o documentário BLUE na Mostra Ecofalante de Cinema online neste link (verifique o período da exibição):



A RECICLAGEM (SÓ) NÃO BASTA.

É PRECISO REDUZIR O CONSUMO DE PLÁSTICO.


Algumas dicas para você fazer sua parte (sem muito sacrifício):


Quando for às compras:

  • · Leve ecobags ou sacolas de feira. Evite a utilizar sacolas plásticas.

  • · Peça caixas de papelão para colocar suas compras no carro.

  • · Prefira produtos com embalagens biodegradáveis.

  • · Use garrafas retornáveis para evitar descarte.

  • · Evite embalagens de isopor na compra de frutas, verduras e legumes.

Em sua casa:

  • · Tente reutilizar embalagens em vez de comprar novos recipientes.

  • · Lave as embalagens de plástico que vão para o lixo e separe como material reciclável.

  • · Substitua itens de higiene pessoal por versões mais ecológicas.

  • · Faça um mapeamento de seus hábitos e invista em pequenas mudanças.

  • · Evite o uso de descartáveis, como copos, talheres e pratinhos.

  • · Promova o consumo consciente. Estimule seus familiares e colegas de trabalho a fazerem o mesmo.





Saiba mais sobre o Objetivo 14 – ODS14 – Vida na água:

Yorumlar

Yorumlar Yüklenemedi
Teknik bir sorun oluştu. Yeniden bağlanmayı veya sayfayı yenilemeyi deneyin.
bottom of page