• É conosco

SÃO MUITAS AS BARREIRAS PARA A BOA COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA


Comunicação das mudanças climáticas - Portal É conosco

Matéria da Revista TIME de 18 de agosto de 1930 tinha como chamada “CATÁSTROFE: Sem pastagens verdes” já dava uma pista do que estava por vir e mencionava a “suposta” inter-relação entre as variações de longo alcance da lua e seu consequente efeito nas marés, na temperatura do oceano e no clima. Os meteorologistas citavam uma combinação desconhecida de forças que regulam todos os climas, para explicar a pior seca da história meteorológica dos EUA.

Mudanças climáticas - Portal É conosco

Veja aqui - Edição de 18 de agosto de 1930

·

Nesta mesma década de 1930, em artigo publicado pelo New York Times, pela primeira vez a Ciência do Clima apareceu nos meios de comunicação.


No Brasil, a Folha de São Paulo abordou o tema do aquecimento global em 1978 numa reportagem a respeito de pesquisa realizada por uma equipe de cientistas da Academia de Ciências dos EUA. O estudo alertava as autoridades e a comunidade científica norte americana para as alterações climáticas provocadas pela alta taxa de emissão de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera planetária.


De lá para cá, muita pesquisa e informações baseadas em ciência e fatos surgiram e todos já deveríamos saber o que é e quais as (muitas) causas das mudanças climáticas, mas sobretudo deveríamos estar agindo para combatê-la. Mas isso não acontece.


Equívocos comuns sobre as mudanças climáticas