top of page
Âncora 2
Âncora 1

Um movimento sustentável que combate o desperdício de alimentos


Fernando dos Reis, Lucas Infante, Guido Bruzadin e Murilo Ambrogi, as cabeças por trás da Food To Save Foto: Jefferson de Souza

A Food To Save é hoje o maior movimento de combate ao desperdício de alimentos do Brasil, na forma de uma plataforma “Market Place”, que conecta usuários engajados na luta contra o desperdício de alimentos, com estabelecimentos que possuem algum excedente de produção.


Conversamos com o Murilo Ambrogi, CMO e co-fundador da startup, e ele nos explicou como a tecnologia está permitindo que novos negócios tornem a pauta ESG numa realidade, muito além do discurso.


Assista ao vídeo


A Food To Save permite que usuários cadastrados no APP, se conectem com estabelecimentos que tenham alimentos bons e aptos para consumo, mas que não tenham sido vendidos ao longo do dia. Ao comprar a “Sacola Surpresa” com este excedente, o consumidor vivencia uma boa experiência, ganha até 70% de desconto, e ajuda a combater o desperdício.


Inovação: as melhores ideias são as mais simples


A ideia da Food To Save surgiu de uma experiência prática de um dos sócios, o Lucas Infante, atual CEO da empresa, que possuía um mercado e vivenciava todos os dias a perda de alimentos. Por mais que os alimentos estivessem bons e aptos para consumo, existia uma resistência dos clientes em comprar uma banana mais escurinha, ou até um produto industrializado que iria vencer nos próximos dias.


Pensando nisso, os parceiros encontraram uma solução para além da doação e que gerasse valor para o estabelecimento comercial, para o usuário que teria um bom desconto e para o meio ambiente, evitando descarte, desperdício e seus impactos.


Como funciona? É simples!


Quem quer comprar a “Sacola Surpresa”, acessa o site ou faz o download do aplicativo, se cadastra, com informações básicas e passa a visualizar todos os itens que estão disponíveis naquele momento.


As ofertas variam ao longo do dia, e você compra o produto sabendo apenas que a sacola é salgada doce ou mista e de qual estabelecimento está comprando, sem saber exatamente o que virá: Surpresa!!

E você pode optar por retirar no local ou receber em casa seus produtos com até 70% de desconto.


Nem todos os estabelecimentos têm oferta diária, pois dependem do excedente de produção para anunciar esse produto na plataforma.


41.000 toneladas de alimentos são desperdiçadas todos os dias no Brasil


Hoje um dos principais problemas do país é a fome, e não faz sentido a gente jogar comida fora, com tantas pessoas passando fome.

A Food To Save, entende que é fundamental ter um pilar social e vem fazendo diversas ações sociais ao longo da sua trajetória, como por exemplo, a parceria fixa com a ONG Banco de Alimentos.


Muitas vezes os estabelecimentos parceiros possuem algum excedente de produção em grande escala, como uma quantidade elevada de bananas ou batatas e fica difícil a saída desses produtos através do modelo de “Sacola Surpresa”.


Então a plataforma tem uma conexão direta com a ONG para direcionar esse produto que não vai ser aproveitado evitando o descarte.


Ao longo do ano passado foram mais de 10 mil refeições doadas através da parceria e para esse ano a expectativa é aumentar ainda mais esse número.


Murilo nos contou que a Food To Save ainda é uma startup e vai completar em maio dois anos de operação, e apesar de ser uma empresa super jovem, já tem números que deixam os sócios orgulhosos. São mais de 2.000 estabelecimentos cadastrados, o que mostra uma percepção positiva do mercado e as mais de 1.000 toneladas de alimentos que o APP já evitou que fossem descartados e fez com que os usuários economizassem até 70% nos produtos.


Hoje são 40 colaboradores lutando contra o desperdício de forma sustentável considerando os aspectos ambiental, o social e de governança (ESG).


Nem tão fácil como queremos, nem tão difícil como parece


No início os empresários ficavam um pouco desconfiados em relação ao modelo de negócio: - “Como que eu vou vender uma sacola surpresa com 70% de desconto? ... As pessoas vão comprar? ... Vão vir retirar na minha loja?”.


Mas a estratégia vem se provando eficiente e Murilo deu como exemplo a loja Bio Mundo da Alameda Lorena, onde gravamos nossa conversa:


“Antigamente eles tinham um descarte pontual de produtos que estavam próximos da data máxima de consumo, ou uma caixinha de papelão que amassou e acabava sendo descartada, gerando prejuízo para o estabelecimento. Agora, com a Food To Save, isso não acontece mais. Eles vendem na plataforma, conseguem recuperar o custo de produção do produto, e ainda fazem com que novos clientes visitem a loja e conheçam o negócio deles, o que é bom para ambos os lados”.

Assista ao vídeo


Um dos diferenciais do APP é incentivar a retirada no local. Apesar da opção de delivery, hoje metade dos usuários compram através da plataforma e vão até o local retirar pessoalmente a “Sacola Surpresa”. Isso estimula a compra de outros produtos gerando uma receita incremental para estabelecimento parceiro.


Uma jornada contínua pela excelência e qualidade


Hoje, para entrar na plataforma, existe um processo de seleção bem cuidadoso. Como vendem alimentos próximos da data máxima de consumo, existe uma permanente atenção para saber se o estabelecimento segue efetivamente todos os padrões de qualidade, de documentação e estrutura física para aí sim, colocar dentro da plataforma.


Mostrar para o estabelecimento que um produto que às vezes, pode não estar no padrão estético impecável, mas ainda pode ser aproveitado é uma reeducação da população e dos comerciantes.


Novo modelo, novos negócios e menos desperdício


Um outro modelo implementado há apenas 4 meses é o “Food Market”, que é uma espécie de Dark Store, uma lojinha onde são armazenados os produtos da indústrias que estão próximos da data máxima de consumo.


Assista ao vídeo


Uma grande indústria, como a nova parceira Nestlé, dificilmente terá estrutura para montar uma "Sacola Surpresa" e direcionar para o consumidor final. Então, a Food To Save recebe esse lote coloca na sacola e disponibiliza para o usuário da plataforma através do modelo do “food market”.


Dessa forma a gente consegue combater o desperdício de alimentos também na indústria, o que é superpositivo.


Conheça a FOOD TO SAVE https://www.foodtosave.com.br/

 




Comments


bottom of page