• É conosco

A META É ZERO... LIXO ZERO



O site Zero Waste International Alliance, (ZWIA) define “LixoZero como “A conservação de todos os recursos por meio da produção, consumo, reutilização e recuperação responsável de produtos, embalagens e materiais sem queima e ou descarte para a terra, água ou ar que ameacem o meio ambiente ou a saúde humana.”


A ZWIA tem representantes em todo o mundo, e seu site indica o Instituto Lixo Zero como sua afiliada no Brasil, que traduziu o conceito “LIXO ZERO” como: “O máximo aproveitamento e correto encaminhamento dos resíduos recicláveis e orgânicos e a redução – ou mesmo o fim – do encaminhamento destes materiais para os aterros sanitários e\ou para a incineração”.


E coloca que uma gestão “Lixo Zero” é aquela que não permite que ocorra a geração do lixo, que é a mistura de resíduos:


RECICLÁVEIS, ORGÂNICOS E REJEITOS


Segundo o Panorama dos Resíduos Sólidos, da *Abrelpe (2019), no Brasil, em 2018, foram geradas 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos. Comparando com os países da América Latina, o Brasil é o campeão de geração de lixo, representando 40% do total gerado na região.

*Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais.


Cerca 8% do lixo produzido no Brasil (6,3 milhões de toneladas) ainda não é sequer coletado e 40% do lixo que é coletado é descarregado em lixões ou aterros que não contam com medidas necessárias para garantir a integridade do meio ambiente e a da população local. Esta é a realidade em cerca de 3.000 dos mais de 5.500 municípios do País.

Fonte: Agência Brasil




O QUE EU TENHO A VER COM ISSO?


Para que haja a gestão sustentável de recursos é necessário que cada um de nós, pessoa física, jurídica e o poder público assumam suas responsabilidades.

  • Responsabilidade da indústria e comércio: produção industrial, design e venda.

  • Responsabilidade da comunidade/cidadão: consumo, descarte/uso e descarte.

  • Responsabilidade do poder público para reunir as responsabilidades comunitária, industrial e comercial de forma harmoniosa.

REPENSAR: Acabar com a ideia de que resíduos são sujos. Não descartar no lixo comum ou misturar materiais que poderiam ser reciclados.

REUTILIZAR: Diversos objetos e materiais podem ser utilizados de outra maneira antes de serem encaminhados para a reciclagem. Ex.: usar uma folha de papel dos dois lados.

REDUZIR: Gerar o mínimo possível de lixo. Ao invés de lixeiras, residuários e contentores para acomodar os materiais.

RECICLAR: Aproveitar a matéria prima do resíduo para fabricar o mesmo ou outro tipo de produto, sem encaminhá-lo para aterros.


Algumas iniciativas nos inspiram e mostram que todos podem fazer algo para que tenhamos um planeta mais sustentável.


A obsolescência programada, incentivo ao consumo defendida nos anos 30 para a recuperação da economia e que gera um grande volume de lixo e danos ao meio ambiente já foi tema de um post aqui no É conosco.



GREEN HEROES


No documentário “Green Heroes” exibido na NatGeo, o ator Jackie Chan e o inovador tecnológico Arthur Huang se juntam para inventar a primeira máquina de reciclagem de plásticos totalmente móvel do mundo – “The Trashpresso”. O astro de Hollywood explica que começou a pensar nisso ao ver o lixo que as produções de seus filmes geravam e sentiu necessidade de fazer algo a respeito. (Trailer em inglês)


Nat Geo HD: Earth Day Special - Jackie Chan's Green Heroes (Trailer em Inglês)



Na última semana de outubro aconteceu a “Semana Lixo Zero” promovida nacionalmente desde 2013 pelo ILZB, um convite à sociedade para a reflexão sobre o consumo e a responsabilidade pelos resíduos gerados por nosso modo de viver.


Este ano, devido à pandemia do COVID-19, o encontro foi digital, com mais de 50 cidades participantes em todo o país e em São Paulo, o evento é coordenado pela Casa Causa, embaixadora do ILZB. Você pode ter uma ideia de tudo que aconteceu acessando o site CasaCausa.




PENSAR GLOBALMENTE,

AGIR LOCALMENTE


Se você acredita que sua atuação para reduzir o lixo que se acumula no planeta seja irrelevante, vale a pena focar no conceito “pensar globalmente e agir localmente” formulado pelo sociólogo alemão Ulrich Beck em suas reflexões sobre a globalização. Essa expressão usada em diversos contextos (marketing, industrial, ambiental e comercial) tem um único significado:


CADA UM PRECISA FAZER A SUA PARTE


É o que os moradores e proprietários de casas de veraneio de uma pequena praia no litoral norte de São Paulo (São Sebastião) estão fazendo. Preocupados com o lixo e outros problemas que surgem na alta temporada e feriados prolongados, um pequeno grupo criou a Associação Cigarras Viva e vem cada vez mais envolvendo a população, turistas, visitantes e moradores das comunidades num programa de conscientização e diversas ações práticas de conservação e preservação da praia e região.


Nas imagens, algumas das atividades desenvolvidas pela associação.

Mutirão de limpeza.


Instalação de equipamentos.


Desenvolvendo sinalização.


Projeto compostagem.



Na medida em que o engajamento nas atividades vem aumentando, a melhoria das condições da praia é percebida por todos aumentando a satisfação de visitantes e trazendo benefícios para a comunidade local (pescadores, ambulantes, restaurantes e pousadas).


Por fim, se você ainda acha que a meta Lixo Zero é impossível, vale a pena conhecer a vila de Kamikatsu no Japão que elevou seu compromisso com a sustentabilidade a um novo nível.

Enquanto o resto do país tem uma taxa de reciclagem de cerca de 20%, Kamikatsu supera seus vizinhos com impressionantes 80%. Depois de se tornar ciente dos perigos do monóxido de carbono associados à queima de lixo, a cidade instituiu a Declaração de Resíduos Zero com o objetivo de estar totalmente livre de resíduos até 2020. Parece que ela vai chegar lá. Veja no vídeo (com legendas em inglês):


Cidade do Japão sem resíduos


Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 são um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade.


Clique na imagem abaixo e veja que todos os objetivos têm alguma relação com as questões que envolvem o tema LIXO.



FONTES: ZWIA: http://zwia.org/

Instituto Lixo Zero: https://ilzb.org/

Co.Circular: https://cocircular.com.br/

CASACAUSA: http://www.casacausa.com.br/

Agência Brasil: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-11/brasil-gera-79-milhoes-de-toneladas-de-residuos-solidos-por-ano

ABRELPE: https://abrelpe.org.br/brasil-produz-mais-lixo-mas-nao-avanca-em-coleta-seletiva/

Nações Unidas Brasil:https://brasil.un.org/

@2020  É CONOSCO.ECO.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

ENGAJE NESTA CAUSA

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
ASSINE NOSSA NEWSLETTER