• É conosco

VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE CONSUMO E CONSUMISMO?



O consumismo é um estilo de vida orientado por uma crescente propensão ao consumo de bens ou serviços, em geral supérfluos, em razão do seu significado simbólico (prazer, sucesso, felicidade), frequentemente atribuído pelos meios de comunicação social.


A diferença entre o consumo e o consumismo é que no consumo as pessoas adquirem somente aquilo que lhes é necessário. Já o consumismo, se caracteriza pelos gastos excessivos em produtos supérfluos.



A dinâmica da sociedade em que vivemos cria um ciclo que a primeira vista é virtuoso, mas na verdade é perverso: quanto maior o consumo, maior a necessidade de produção que gera mais empregos, que aumentam a circulação de dinheiro na economia e que acaba sendo revertida para o próprio consumo. Este é o problema. Este ciclo que intensifica a produção, aumenta a extração de matérias-primas e o consumo de energia, muitas vezes, de fontes não-renováveis gerando maior desgaste do meio ambiente (poluição de água, do ar e degradação das florestas).



A forma como nos alimentamos, produzimos e consumimos em nossa sociedade está esgotando a natureza


O ilustrador e animador inglês Steve Cutts produz animações de curta duração que criticam nosso modo de viver e são bem didáticas como o “MAN”



O que é a Black Friday


Black Friday” é o dia que inaugura a temporada de compras natalícias com significativas promoções em muitas lojas.


Esta denominação relacionada a uma crise financeira em 1869 ressurgiu com outro significado no final dos anos 80 na Filadélfia (Estados Unidos), quando a polícia local passou a chamar de Black Friday o dia seguinte ao feriado de Ação de Graças pelo transtorno que a busca por liquidações causava no trânsito impedindo que a guarnição tivesse folga.


Conforme a Black Friday cresceu em popularidade na década de 1990, as lojas começaram a abrir suas portas à meia-noite ou na madrugada de sexta-feira, quando as pessoas começaram a acampar nas calçadas esperando as lojas abrirem e o fenômeno das compras nessa data começou a se espalhar pelo mundo.



Os descontos encorajam as pessoas a comprarem coisas que não precisam e algumas empresas como o Grupo Boticário, em respeito os movimentos que sentem desconforto com o termo, decidiram não mais usar “Black Friday” como gatilho para promoções.


A empresa de pesquisa especializada em tendências de comportamento e consumo Box1824, produziu este vídeo como um projeto sem fins lucrativos ou comerciais, resultado de diversos estudos realizados pela empresa. “The Rise of Lowsumerism” - O crescimento do consumo consciente – em tradução livre, explica um pouco dessa cultura em que vivemos e transforma tudo em excesso.


The Rise of Lowsumerism (legendado)



“Eu quero” ou “Eu preciso”


A população mundial consome cerca de 30% a mais do que o planeta consegue repor e florestas tropicais estão desaparecendo: quase 20% da Amazônia desapareceu em apenas 50 anos e neste período, a taxa de aumento médio da temperatura global foi 170 vezes maior que a variação do período anterior. Atualmente, 90% dos pássaros marinhos têm fragmentos de plástico no estômago.


Estes dados e muitos outros estão no Relatório "Planeta Vivo" 2018 da ong World Wide Fund for Nature (WWF) que também revelou que países de alta renda têm uma pegada ecológica em média cinco vezes maior do que a de países de baixa renda.


De acordo com o estudo, "se todos vivessem como um morador típico dos EUA, seriam necessários quatro planetas Terra para regenerar a demanda anual da humanidade imposta à natureza".


A versão do Relatório "Planeta Vivo" 2020 já foi publicada e nas palavras do Diretor-Geral da WWF Internacional - Marco Lambertini, reforça que “Em nível global, a natureza vem sofrendo uma deterioração jamais vista em milhões de anos. Devido à maneira como produzimos e consumimos alimentos e energia, bem como ao flagrante desrespeito ao meio ambiente arraigado em nosso modelo econômico atual, o mundo natural está chegando a seu limite”.


Dia de Não Comprar Nada

Em contraponto ao Black Friday foi criado o Dia Mundial sem Compras, em inglês Buy Nothing Day - "Dia de Não Comprar Nada" – evento criado por Ted Dave, um artista de Vancouver (Canadá) onde os participantes se comprometem a não comprar nada durante 24 horas demonstrando o poder das pessoas ante sua condição de consumidores.


Por The All-Nite Images from NY, NY, USA - Black Lives Matter Black Friday, CC BY-SA 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=44834196


A ideia é despertar a consciência das pessoas para que percebam os impactos de seu consumo no meio ambiente e a divulgação é feita pela The Adbusters Media Foundation.


Como faço para me tornar um consumidor consciente?


São muitas as formas de começarmos a viver uma vida mais sustentável, mas para isso precisamos nos posicionarmos como consumidores e como cidadãos e este posicionamento deverá encorajar as empresas a adotarem políticas e práticas mais sustentáveis.


Sua atitude pode fazer a diferença.

FONTES:

WWF - Relatório Planeta vivo 2028: https://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/especiais/relatorio_planeta_vivo_2018/

Beegreen: https://beegreen.eco.br/consumo-consciente-na-black-friday/

VIDEO - The Rise of Lowsumerism (legendado): https://youtu.be/jk5gLBIhJtA






Saiba mais sobre o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 12 – ODS 12 – Consumo e Produção responsáveis.



@2020  É CONOSCO.ECO.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

ENGAJE NESTA CAUSA

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
ASSINE NOSSA NEWSLETTER